Celular: falar, trabalhar e relaxar!

Os celulares não são tão novos como muita gente pensa. Já em 1956, a empresa Ericsson desenvolveu o primeiro celular que, pasme, pesava 40 quilos e foi desenvolvido para ser colocado no porta-malas dos carros.

Quase 20 anos depois a empresa Motorola passou a desenvolver seu modelo de celular e no dia 3 de abril de 1973, em Nova York, apresentou o modelo Motorola Dynatac 8000X.

Aí sim, conseguiram fazer a  histórica primeira ligação de um aparelho celular. E que aparelho: pesava mais ou menos 1 quilo, tinha 25 cm de comprimento e 7 cm de largura. Um verdadeiro tijolo! E custava, aproximadamente $4000.00.

No Brasil, o primeiro celular foi lançado em 1990, no Rio de Janeiro e, em seguida, em São Paulo.

A evolução da microeletrônica, as altas frequências e taxas de transmissão de dados são fatores que possibilitaram o desenvolvimento dos dispositivos móveis multimídia que temos hoje no mercado e o surgimento dos smartphones.

E você? Precisa de  um celular ou de um smartphone?

Mas, o que é um smartphone?

O nome, “smart”, não foi dado à toa. Ele significa “esperto”, “inteligente”. Este nome personaliza  os celulares que vão além do apenas “falar” e trocar mensagens.

O smartphone possui um sistema operacional multitarefa e multimídia, pode acessar a Internet, redes sociais, baixar aplicativos, jogar, tirar fotos com alta resolução, armazenar informações,  e muitas outras coisas.

Você encontra várias marcas no mercado como Samsung, Apple, Motorola, Nokia entre outras.

Assim, se você quer, apenas, “falar” com alguém, mandar uma mensagem, tirar fotos mais simples, o melhor para você é um celular comum.

Mas, se você optar por um smartphone, veja o que você pode fazer com ele além das funções comuns dos celulares:

  1. Desenvolver suas habilidades fotográficas;
  2. Receber alerta de e-mails;
  3. Criar agenda de compromissos;
  4. Participar de diferentes redes sociais;
  5. Substituir o seu GPS pelo aplicativo nele disponível;
  6. Afinar seus instrumentos musicais;
  7. Usar mapas digitais para suas viagens ou para localizar estabelecimentos comerciais em quaisquer cidades do mundo;
  1. Ler os livros que gostar de onde estiver;
  2. Fazer cursos a distância;infograficocelular
  3. Armazenar informações dispensando, muitas vezes o pendrive;
  4. Fazer o checkin em suas viagens usando aplicativo das companhias aéreas;
  5. Se divertir com os mais variados jogos, vídeos e músicas de rádio nacionais e internacionais.

E muito mais, através dos aplicativos que são conhecidos como app´s.

O seu perfil e a sua disponibilidade de investimentos vão determinar a escolha de seu dispositivo. As opções são muitas e podem colocar você em um novo patamar de conhecimentos, informação e cultura, possibilitados pela tecnologia.

About Marly Moreira Dias

Mestre em Educação pela UNIFENAS (1999); especialista em Computação pela UFMG; especialista em Design Instrucional pela UNIFEI. Coordenadora do Núcleo de Educação a Distância da Unifenas e consultora para uso do blended learning em diferentes áreas do ensino, principalmente na área Médica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *